Cuiabá (MT), 13 de dezembro de 2017 - 22:29

? ºC Cuiabá - MT

Contato DestaqueVip (65) 9.9600-2060

Entrelinhas

29/09/2017 06:25 JEFFERSON OLIVEIRA/CMT

Rotam apreende na região metropolitana de Cuiabá arsenal que abastecia o Comando Vermelho

Policiais militares do Batalhão de Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam) apreenderam na noite desta quinta-feira (28), um arsenal com 10 pistolas, uma submetralhadora, munições, celulares e drogas que abasteciam o Comando Vermelho em Mato Grosso. A ação foi realizada em Várzea Grande (Região metropolitana de Cuiabá-MT), e o criminoso que estava com o material apreendido foi preso.

A equipe de Rotam, recebeu uma denúncia anônima que informava sobre um homem que possuía um veículo Gol branco e estaria fornecendo armamentos e munições de grosso calibre,  para assaltantes de banco. Os policiais encontraram o referido veículo da denúncia na Rua Ébano, no bairro Figueirinha do município.

Após localizarem o veículo e o suspeito Emerson Rodrigo da Silva, 34, proprietário do automóvel, foi realizada uma busca veicular e encontrado embaixo do banco traseiro, munições de calibre 9 milímetros. Os militares realizaram uma busca no imóvel que Emerson se encontrava e nada mais de ilícito foi localizado.

Já em conversa com o suspeito, ele informou que sua residência ficaria no bairro Construmat e que no local, teria arma de fogo. Os policiais da Rotam juntamente com o suspeito se deslocaram até a Rua José leite, e encontraram um verdadeiro arsenal no imóvel de Emerson.

Em sua residência foram encontradas 10 pistolas, uma submetralhadora, 190 munições de calibre 556, 25 munições de calibre 762, 130 balas de 9 milímetros, 19 munições de calibre 380 e seis munições de armamento calibre 32. Além desse material, na casa também foram encontrados, quatro tabletes de pasta base de cocaína, três celulares, duas balanças de precisão, aproximadamente R$ 36 mil em espécie e cheques. (Confira o vídeo abaixo).

Alguns armamentos estavam pintados com a sigla do Comando Vermelho (CV-MT) e o criminoso acabou confessando fazer parte da facção e que o armamento alimentava o grupo em assaltos a bancos no estado e fora dele.

Diante dos fatos, Emerson foi algemado e encaminhado a Central de Flagrantes de Várzea Grande para que fossem tomadas as medidas cabíveis. Ele deverá responder pelos crimes de tráfico de drogas, posse e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e comercialização ilegal de armamento.


2
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo